a
Global Entrepreneurship Index e a mentoria de startups - OBr.global | Delivering Success
21204
post-template-default,single,single-post,postid-21204,single-format-standard,tribe-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-13.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive
 

Global Entrepreneurship Index e a mentoria de startups

Global Entrepreneurship Index e a mentoria de startups

Global Entrepreneurship Index foi divulgado recentemente com o ranking mundial de empreendedorismo entre 137 países. O Brasil ficou na 98ª posição como falamos anteriormente. O índice analisa diversos quesitos de maturidade dos empreendedores e do ambiente e a infraestrutura disponibilizada para que se possa empreender com todos os estímulos possíveis. O Brasil somente foi bem no quesito Networking, ficando na 20ª posição. Acreditamos que o ecossistema brasileiro pontuou bem por sua herança cultural, expansiva e comunicativa, mas foi só isso. Em breve, detalharemos em outra postagem sobre os resultados dos outros quesitos.

Nesse momento, queremos destacar um dos principais pontos demonstrados: o nível de preparo dos empreendedores e mentores. Foi um dos quesitos em que tivemos o pior desempenho, juntamente com a internacionalização. A maturidade de alguns dos principais atores do ecossistema é vital para o sucesso. Empreendedores precisam ser mais bem-preparados para ambientes de mercado ultraconcorridos, em que o fator preponderante é a capacidade de inovar, e os mentores, como base, precisam primeiro ter a experiência da realização, seja por conta própria ou de forma executiva. Você construiu uma empresa própria ou você liderou a criação de um departamento ou ainda capitaneou um projeto. Essa experiência precisa ser a base para que se possa construir uma relação com percepção de valor pelo mentorado.

Apenas ter realizado algo no passado não automaticamente credencia alguém para ser um mentor bom e eficaz. A mentoria para startups tem características próprias e normalmente acontece em ambientes de aceleração. É imperativo para o mentor conhecer como são construídos e gerenciados os programas de aceleração e saber aplicar o seu conhecimento, usando as metodologias ágeis para desenvolvimento de mercado.

Além de conhecer e saber praticar o mindset acelerado, é importante também que o mentor conheça bem a linha de chegada de um programa de aceleração. Seja pelo caminho do aumento contínuo de tração no mercado, seja pela conquista de investimento para continuar desenvolvendo e crescendo, de qualquer forma, o mentor precisa saber como os empreendedores devem estar preparados para esse momento, para poder potencializar a oportunidade que todo empreendedor quer obter.

MentorRanks Boot Camp vem atender justamente esse gap no ecossistema de empreendedorismo: capacitar os empresários e executivos experientes como mentores para conseguirem aplicar efetivamente o mindset acelerado através de metodologia e ferramentas validadas. Vale conferir em https://obr.global/mentorranks.

Sem Comentários

Postar um comentário